Em um veículo, existem diferentes tipos de luzes para auxiliar o motorista na direção, garantindo maior visibilidade e segurança na direção para o motorista. É importante compreender como usar essas luzes, como o farol de milha, além da legislação brasileira e as possíveis multas que você pode receber se por acaso você não usar corretamente.

O farol de milha é uma das luzes que faz parte da sinalização dos carros, porém é um elemento opcional na maioria dos veículos. Assim como farol principal, lanternas dianteiras e traseiras, o farol de milha tem como principal função garantir segurança e boa visibilidade para o motorista em condições adversas nas estradas, como a total falta de iluminação. Se você quer conhecer mais e tirar todas as suas dúvidas sobre farol de milha, continue a leitura:

Descubra agora o que é e pra que serve o famoso farol de milha

O farol de milha nada mais é que um auxiliar aos faróis do veículo. Como falamos na introdução do texto, ele tem uma iluminação bem forte e direcional. Ou seja, sua luz não se espalha. Ela é bem focada e permite a visualização de obstáculos a uma distância bem maior do que o uso somente do farol alto.

Sua principal função é servir de apoio e melhorar a visão em situações em que a iluminação da via não é eficiente, como em estradas, por exemplo.

Tem dúvidas sobre quando e em que locais utilizar o farol de milha?

Além de saber para que serve o farol de milha, você precisa conhecer em quais situações e locais o seu uso é recomendado. Diferentemente do que muitos pensam, ele não foi feito para ficar constantemente ligado, muito menos para substituir a lanterna dianteira do veículo, o que pode levar a multas de trânsito.

Utilize o farol de milha nas estradas

O farol de milha é recomendado para uso, principalmente, em estradas. Ele facilita bastante a visibilidade em vias mais escuras, especialmente em ambientes mais afastados, em que a iluminação não é muito eficiente. Ainda assim, você deve usá-lo somente quando necessário, pois ele atrapalha muito os motoristas que vêm no sentido contrário.

Leia também: Filmes sobre carros: Os longas imperdíveis para quem é fã de veículos!

Utilize o farol de milha em locais sem iluminação em via urbana

Em ambientes urbanos, seu uso é recomendado apenas em locais em que não existe iluminação pública. Ao utilizá-lo de forma indiscriminada, além de atrapalhar os outros motoristas, existe o risco de ser multado. De forma geral, independentemente do local, ele deve ser usado somente em situações em que a visibilidade está prejudicada.

Quais são os modelos de farol de milha existentes no mercado?

Os faróis de milha podem ser fabricados em diversos materiais como plástico, aço, alumínio ou até fibra de carbono. Também são encontrados em vários formatos e com muitos tipos de lente. Porém, o que mais diferencia um modelo de outro é a lâmpada, que afeta bastante a distância que a luz alcança.

Conheça os principais tipos de lâmpada para farol de milha:

Imagem para ilustrar o texto sobre farol de milha

Xênon
As lâmpadas xênon são as que têm o melhor desempenho, conseguindo iluminar grandes distâncias. Contudo, são bem mais caras, e proibidas em veículos que não saem de fábrica já com elas instaladas. Normalmente, são encontradas em carros esportivos e grandes SUVs.

Halógeno
Esse é o modelo de lâmpada mais comum encontrado no mercado. Assim como as Cool Blue, ele apresenta um bom custo benefício e é mais barato que a versão Xênon. Seu feixe de luz é branco, puxando um pouco para o amarelo. Esse tipo de iluminação pode cansar um pouco mais a vista do motorista, por isso, seu uso vem diminuindo.

Cool Blue
Essas lâmpadas se assemelham muito aos modelos de Xênon, porém, são bem mais baratas. Elas têm uma luz branco-azulada e incomodam menos os motoristas que trafegam no sentido contrário. Em relação à versão halógena convencional, elas emitem até 20% mais brilho.

Leia também: Carros Híbridos no Brasil: modelos a venda e o que esperar

Curiosidade: Você sabe qual é a diferença entre o farol de milha e o de neblina?

Bem, a função deles é completamente diferente, apesar de serem ambos fisicamente muito parecidos. Enquanto o farol de milha serve para iluminar grandes distâncias à frente, o de neblina é usado para auxiliar a visualização da pista por onde você trafega. Assim, ele fica virado para o solo e sua luz é muito menos intensa e mais curta.

Usar o tipo incorreto em situações de neblina, além de não ajudar, pode prejudicar a sua visão.
Curiosidade: Que cuidados devem ser tomados com o farol de milha?

É preciso entender não só para que serve farol de milha, mas que cuidados você deve tomar para não ficar na mão ou ser multado por trafegar irregularmente, certo? Vejamos, então, alguns dos principais deles:

Regulagem
Manter a regulagem do farol de milha é muito importante. Como você viu ao longo deste artigo, esses faróis incomodam bastante o motorista que vem no sentido contrário e, quando desregulados, isso piora. Por isso, sempre que fizer uma revisão no veículo, trocar pneus, amortecedores e a própria lâmpada, faça o ajuste.

Troca das Lâmpadas
As lâmpadas são as principais responsáveis pela eficiência do farol de milha, além de outros fatores, como o material de reflexão da luz. Os fabricantes recomendam a troca após 400 horas de uso, porém, sempre que possível, é bom verificar se elas estão em perfeitas condições.

Fiação elétrica
Apesar de ilegal, muitos instalam as lâmpadas de xênon em seus veículos. Esse modelo consome muita energia, então, se a parte elétrica do veículo não estiver preparada para suportar isso, existe o risco de danos à fiação e até de incêndio. Nesse sentido, contudo, se você for substituir as lâmpadas do farol de milha por outro modelo, consulte sempre um especialista.

Quais são as vantagens do seu uso?

A essa altura, com certeza, você já entendeu para que serve farol de milha e como usá-lo corretamente. Mas, afinal, quais são os benefícios de instalar esse equipamento no seu carro? Podemos destacar dois muito importantes. A seguir, vamos ver quais são.

Maior segurança
Um grande benefício de usar o farol de milha é o aumento da segurança ao dirigir durante a noite, especialmente quando você trafega por locais escuros ou que não conhece muito bem. Até porque, ao ver os obstáculos ou curvas com maior antecedência, você tem mais tempo para tomar decisões que podem evitar acidentes. Aliás, esse é outro benefício.

Prevenção de acidentes
O farol de milha facilita não só a sua visão, mas, também, a visão dos pedestres, que podem perceber a aproximação de um veículo muito mais facilmente. Além disso, é muito mais fácil evitar a colisão com animais na pista e quebras por buracos que você não percebeu, outro benefício essencial que esse componente traz.

Enfim, você compreendeu para que serve farol de milha e como ele é extremamente importante para a sua segurança quando usado corretamente? Não se esqueça do que você aprendeu hoje e sempre dirija com cuidado, seja de noite ou de dia!

Agora, se você achou este texto interessante e quer aprender ainda mais sobre o mundo dos automóveis, acesse o nosso blog e compartilhe este texto com seus amigos nas redes sociais. Até mais!