Apesar de um início de ano um tanto complicado, a venda de carros usados conseguiu se recuperar e aumentar os seus números consideravelmente. Com as lições aprendidas e já sendo colocadas em prática, a expectativa é que o mercado de seminovos em 2021 continue crescendo.

Não há dúvidas de que o período a qual atravessamos impactou a todos de diversas maneiras. O mercado financeiro sofreu muito com lojas fechando, pessoas perdendo empregos, os contágios da covid-19 aumentando diariamente. As pessoas não estavam preocupadas em comprar carros usados, muito menos carros novos. Existia uma quarentena e o carro não era uma compra essencial.

Porém algumas pessoas conseguiram se recompor e assimilar a situação rapidamente. Assim, alguns mercados foram se expandindo. Foi o que aconteceu com o segmento dos veículos seminovos, que teve uma recuperação econômica rápida, chegando ao mesmo patamar de 2019 em número de vendas, em poucos meses. Mas para isso, o mercado precisou se atualizar, além de muito aprendizado para as revendedoras. Estes ensinamentos se tornaram tendências para o próximo ano.

As tendências que vamos listar aqui, em algum momento, já apareceram antes. Agora, elas se consolidaram. Com o surgimento de novas demandas, muito tem se pensado sobre o que podemos tirar de insights. Pensando nesta ideia, podemos listar os cinco ensinamentos mais importantes para o mercado de seminovos em 2021:

Leia também: Lançamentos SUV 2020: Veja o que há de novo no mercado e o que ainda está por vir

1 – O caminho digital veio pra ficar

Quando o novo coronavírus chegou com força no Brasil, e começou a causar muitos problemas, não restou alternativa às revendedoras senão suspenderem a operação devido às medidas e restrições. O fechamento da loja física, contudo, não podia significar o fechamento do negócio em si.

Imagem para ilustrar o texto sobre o mercado de seminovos em 2021

Lojistas que já estavam em canais digitais conseguiram reduzir o prejuízo ao intensificarem o trabalho em diferentes ferramentas, como site, plataformas on-line e até mesmo aplicativos de mensagens. Já aqueles que não conseguiram ou não quiseram adotar esse instrumento, ficaram para trás e demoraram para se recuperar.

2 – Fique de olho em oportunidades de novos negócios

A desaceleração econômica foi uma das principais consequências do novo coronavírus. Muitos países viram seus indicadores recuarem. Quando isso ocorre, é comum empresários segurarem investimentos para não correrem riscos e conseguirem se manter vivos.

A questão é que, para o mercado de veículos seminovos e usados, os primeiros meses da pandemia se revelaram fundamentais para a estratégia de negócio. Quem conseguiu reforçar o estoque de automóveis, pode realizar ótimos negócios com o aquecimento do setor no segundo semestre de 2020.

Para o mercado de seminovos em 2021 a tendência é a mesma, muitas oportunidades para expandir.

3 – Carros individuais estarão em alta

Na pré-pandemia, o mercado automotivo estava em queda com relação a outras formas de mobilidade, como transporte público e carros compartilhados via aplicativo. Porém o novo coronavírus recolocou os automóveis na prioridade das estratégias de mobilidade nos grandes centros.

O motivo é bem simples: a necessidade do isolamento social e prevenção do contágio da doença. Pegar trem, metrô ou ônibus com outras pessoas não é recomendado e muitas pessoas estão evitando tais meios de locomoção. Por este motivo, estimativas apontam um aumento no interesse dos usuários em comprar um veículo próprio para se locomover pela cidade.

4 – Experiência do cliente em primeiro lugar

Para o mercado de seminovos em 2021 nem mesmo os preços mais caros nas revendas estão afastando os interessados, existem diversos fatores para explicar o porquê, mas um em especial se destaca: a experiência do consumidor. É claro que o preço segue sendo importante, sem dúvida, mas o motorista não acha ruim pagar um valor que seja considerado justo.

Imagem para ilustrar o texto sobre o mercado de seminovos em 2021

Muitos lojistas souberam explorar bem essa questão durante a pandemia, buscando se relacionar com o cliente para fidelizá-lo quando o mercado voltasse a abrir. A chave para isso está na relação online e offline. A pessoa quer ser bem atendida independente de estar no físico ou no virtual. O pensamento é: “eu tenho uma necessidade, preciso atendê-la”. O importante é compreender que a experiência nos dois casos precisa ser a mesma, precisa de coerência e consistência.

Quer entrar para o digital e não ficar para trás, é preciso ter estratégia, adotar processos claros, cuidar de cada detalhe em todas as frentes: comercial, operacional, logística. Não adianta fazer só por fazer, ainda mais em um mercado como o de automóveis, onde a muita concorrência e o cliente só compra com muita confiança no seu serviço.

5 – Apoio da tecnologia

A digitalização apontada no primeiro quesito não pode se restringir apenas à equipe de vendas. Hoje, há inúmeras soluções tecnológicas que, se bem utilizadas, potencializam o negócio dos revendedores de veículos seminovos e usados. Isso inclui desde softwares de gestão financeira, ideais para qualquer área de atuação, até plataformas de intermediação que possibilitam o lojista a comprar carros de motoristas espalhados pelo Brasil com preços vantajosos para ambas as partes.

Ter uma plataforma de fácil acesso e intuitiva para o seu cliente é vital para o fechamento do negócio. Ele tem que se sentir confortável e seguro em investir em você. Esta será a base para o mercado de seminovos em 2021.

Leia também: Veículo Leve e Veículo Pesado: entenda todas as diferenças

Imagem para ilustrar o texto sobre o mercado de seminovos em 2021

Todos esses ensinamentos de 2020, vão influenciar no mercado de seminovos em 2021. E se você procura tudo isso, o seu lugar para adquirir um veículo é na Pemavel. Aqui a revendedora se modernizou e investiu no atendimento online para te deixar feliz no offline. Fora todas as adaptações feitas para a sua segurança.

O que veio de bom neste período, veio para ficar e vai moldar não só o mercado de seminovos em 2021, mas todo o futuro.

Não deixe de compartilhar o nosso conteúdo nas suas redes sociais e visitar o nosso blog para mais informações sobre o universo dos carros seminovos!