Os pneus e aros das rodas são itens que podem passar despercebidos para alguns, enquanto que para outros são elementos fundamentais na estilização, principalmente para quem sonha com modelos esportivos. Além do valor estético, o conjunto de pneus e aros das rodas são literalmente os fundamentos de um carro, afinal são os únicos elementos do veículo que tocam o asfalto e transformam a força do motor em movimento.

Se você não é muito ligado nessa questão estética, ainda assim precisa dedicar um cuidado especial aos aros das rodas e pneus, garantindo que estejam de acordo com o modelo do veículo e cumprindo sua função de dar estabilidade e sustentar todo o peso do automóvel. Vamos ajudá-lo a entender a importância e função dos aros das rodas e dar algumas dicas na hora da manutenção e troca, continue conosco!

Leia também: Saiba aqui os riscos e limitações de rodar com estepe temporário

Composição da roda automotiva

Antes de definir o que é aro, vamos entender melhor do conjunto rodante como um todo, ou seja, rodas e pneus:

TALA (largura): é a espessura da roda, medindo geralmente, em carros de passeio, entre 5 e 6,5 polegadas.

DISTÂNCIA DA FURAÇÃO AO CENTRO: imagine que um círculo passe pelo centro de cada um dos furos em que são inseridos os parafusos de fixação da roda. O diâmetro deste círculo corresponde à medida do PCD (sigla em inglês que significa Pitch Circle Diameter) e sua unidade de medida geralmente é em milímetros.

NÚMERO DE FUROS: são os orifícios onde são inseridos os parafusos de fixação da roda. Podem ser 4 ou 5, dependendo do veículo.

OFFSET: é a distância entre a superfície de assentamento e o meio da tala. Considerando a roda cortada em pé e pela metade, essa área é onde a roda se apoia no veículo. Pode ser positivo, que é quando a roda fica mais interna ao carro, ou negativo, no caso de a roda estar mais para fora. O offset será zero quando a área de fixação corresponder exatamente à metade da roda. Como o PCD, é medido em milímetros.

BACKSPACE: é a medida entre o assentamento da roda e a borda traseira. Ela indica se há espaço livre entre a roda e os componentes internos da suspensão.

RAIO (aro): medido em polegadas, trata-se do diâmetro total da roda. As medidas mais comuns, em carros de passeio, são entre 13 e 15 polegadas. Rodas com medidas acima de 16 podem precisar de adaptações no veículo para serem instaladas.

Aros das rodas: o que são, onde estão e para que servem

O aro é a peça que vai dentro do pneu compondo a roda do veículo. Ao observar o conjunto da roda você pode perceber que ele é a estrutura metálica que vai dentro do pneu, fixado no centro da roda, responsável por conectar o pneu com o eixo que recebe a tração do motor e move o veículo.

Além de prender o pneu no eixo de movimentação, os aros das rodas contam com funções importantes, garantindo a dirigibilidade, segurança e estabilidade do automóvel na pista, uma vez que seu tamanho tem impacto importante nesses itens. Os aros das rodas também estão associados aos comandos eletrônicos do veículo (caso tenha) e ao sistema de freios.

Os aros das rodas são a medida interna do diâmetro do pneu determinado em polegadas. No geral, o diâmetro da roda deve ter um tamanho específico, com uma variação máxima permitida de apenas 3%. Isso significa que o tamanho do aro é essencial para garantir a dirigibilidade do automóvel.

Cada veículo possui uma medida exata para os pneus, e devido a isto, é preciso estar atento na hora de escolher o tamanho e proporção das rodas. Não adianta tentar forçar um pneu que possua uma numeração de aro superior ou inferior do que o veículo comporta, isso só danifica o local de inserção das rodas.

Leia também: Como trocar o pneu do carro em 8 passos

Relação entre os aros das rodas e os modelos de carros

A numeração dos aros das rodas costuma variar do 12 até o 24 e isso tem a ver com o modelo de carro que utiliza aquele determinado tamanho de roda

CARROS PEQUENOS E MÉDIOS

Normalmente, os aros utilizados por esses veículos desses tipos são os menores, que vão do aro 12 até o aro 15, equipando a grande maioria dos carros médios do país. Conjuntos com os aros das rodas desse tamanho geralmente são silenciosos e garantem conforto. Vale lembrar que não são os mais indicados para estradas de alta velocidade, pois são mais finos e ideais para carros menores.

CARROS ESPORTIVOS E DE ALTA PERFORMANCE

Esse tipo de veículo costuma utilizar aros maiores, que variam entre o 16 e o 20. Esses pneus são caracterizados por oferecerem maior aderência e estabilidade, principalmente nas curvas, e são feitos para suportar altas velocidades. Esse tamanho é ideal para quem possui veículos esportivos, que gostam de andar em velocidades altas, mas sem deixar de lado um bom desempenho do carro e a segurança.

UTILITÁRIO, PICAPES E OFF-ROADS

Veículos grandes, como utilitários, picapes e off-roads, costumam usar pneus ainda maiores, que variam do aro 20 até aro 22. Aros de pneus com esses tamanhos têm outro tipo de tratamento, com sulcos e simetria alterada para encarar terrenos como lama e pedras. São pneus de carro resistentes e preparados para tipos de solo específicos.

Leia também: Pneus 4×4: entenda as diferenças para veículos on-road e off-road

Cuidados antes de trocar os pneus e aros das rodas

Seja porque você quer economizar, passando a utilizar pneus menores e mais baratos. Ou porque quer aumentar a durabilidade do jogo de pneus apostando em aros maiores. Se você está pensando em trocar os aros das rodas do seu carro, existem algumas informações importantes que você precisa saber antes de tomar essa decisão.

O primeiro passo é conhecer as regras para os aros das rodas. O Conselho Nacional de Trânsito (CONTRAN) regulamenta, na Resolução 292/2008, quais mudanças são permitidas aos veículos registrados no país. Conforme o no art. 8º da Resolução 292 o conjunto de rodas e pneus não pode ultrapassar os limites dos para-lamas, assim como é proibido o aumento ou a diminuição do diâmetro externo do conjunto de pneu e rodas. O conjunto deve ser alterado de forma que rodas e pneus não raspem na carroceria, garantindo assim a manutenção do tamanho estabelecido pelo fabricante.

Além disso, conforme o Conselho, toda e qualquer alteração em veículos deve ser feita por um profissional de confiança, em oficinas que estejam credenciadas aos órgãos de trânsito. Logo, se você está planejando trocar os aros das rodas, procure profissionais especializados e credenciados. Nessa situação, o ideal é informar ao DETRAN antes de realizar qualquer tipo de alteração no seu veículo.

Conhecendo a legislação, quando for proceder a troca dos aros das rodas e pneus, certifique-se de que o diâmetro não sofrerá alterações e que o pneu não ultrapassará os limites do para-lama. Também confirme se aro e pneus estão de acordo na montagem da nova medida.

A melhor forma de verificar as características das rodas e com quais modelos o veículo é compatível é através do manual do fabricante. E, ao comprar o jogo de rodas esportivas não se esqueça de adquirir também, o estepe com as especificações e parafusos iguais.

Após a montagem, você deve andar com o carro e girar o volante para garantir que o pneu não entre em contato com alguma parte do veículo. Antes disso, não esqueça de realizar o balanceamento e alinhamento do veículo para garantir que esteja tudo em ordem! E continue por aqui para mais dicas e informações sobre o universo automotivo.