Um veículo apresenta alguns sinais de que as coisas não estão indo bem e um deles é quando o carro está emitindo sons estranhos. Dependendo do tipo de barulho, é possível identificar e entender qual a causa do problema.

Pensando em te ajudar a realizar este diagnóstico, listamos alguns barulhos que ocorrem com frequência e sinalizamos o que cada um pode significar. Desta maneira, se o seu carro estiver emitindo sons estranhos, fica mais fácil de manter o veículo sempre nas melhores condições de uso. Acompanhe:

1 – Problema nos amortecedores

Se o carro está emitindo sons estranhos, o problema pode estar nos amortecedores. Quando eles precisam de reparos, o carro trepida e perde a sua instabilidade. O barulho relacionado a esse problema se caracteriza por um tipo de “toc-toc”, que aparece, em geral, na hora de passar por quebra molas ou quando o carro cai em um buraco.

Os sons estranhos também podem aparecer na hora de mover o carro para direita ou esquerda. Fique atento!

2- Pneus com problemas

Se o barulho parece o de um ventilador em funcionamento e vem de uma das rodas, fique atento aos pneus. Observe cada um deles em busca de imperfeições e, se preciso, leve seu carro imediatamente a uma oficina ou borracharia.

Você deve observar se os pneus não estão ovalados e ainda tentar identificar: na banda de rodagem possíveis desgastes irregulares, quando a borracha foi mais consumida de um lado que de outro, ou se na banda lateral não há caroços ou bolhas que podem ter se formado com impactos e estão causando o barulho.

3- Ar-condicionado

Se o seu carro está emitindo sons estranhos quando você liga o ar, é possível que o compressor esteja com algum tipo de defeito. As prováveis causas são falta de torque no compressor, tubulação de gás em atrito com demais componentes ou excesso de gás no compressor.

4- Carro com falta de água no radiador

Este problema é sério, e deve ser sempre observado, já que a falta de água no radiador pode levar a danos permanentes no motor.

Para evitar esse problema, é preciso checar o nível de água com regularidade, ficar atento ao termômetro no painel e observar os barulhos do veículo. Caso você identifique algum barulho similar a um vazamento, é interessante checar o reservatório e verificar se o nível de água não está diminuindo mais rápido do que o normal.

5- Correia dentada

Se o carro está emitindo sons estranhos e este barulho vem do motor, uma das causas mais prováveis é que a correia dentada tenha perdido a tensão. Esse também é um problema que merece uma atenção especial, visto que pode causar danos ao cabeçote do motor e outras peças cujo conserto pode sair muito caro.

Leia também: Indispensáveis: 6 itens para ter no carro e que pouca gente sabe

6- Rolamentos

Problemas no rolamento são facilmente identificados quando o carro está emitindo sons estranhos. O rolamento da roda é um grupo de esferas de aço que ficam presas entre anéis de metal para ajudar as rodas a girar rapidamente, reduzindo o atrito.

Quando o rolamento apresenta problemas, o barulho vem das rodas e é identificado pelo som áspero, parecido com um ronco, como se tivesse areia nas rodas do carro.

O ruído começa mais fraco e vai aumentando à medida que o carro se move por uma distância maior. Vale dizer que, em alguns casos, um pneu desgastado pode fazer um ruído semelhante ao do defeito no rolamento. Por isso, quando ouvir o barulho, cheque primeiro os pneus e corrija quaisquer problemas neles antes de desmontar as rodas pensando em realizar a troca dos rolamentos.

7- Pastilhas de freio desgastadas

Se o seu caro está emitindo sons estranhos ao pisar no freio, como se alguma coisa estivesse raspando na roda quando você gira o volante, fique atento às pastilhas. Elas podem estar desgastadas ou finas demais, precisando de substituição.

A recomendação é que elas sejam trocadas a cada 30 mil km rodados, por isso fique atento. Caso você tenha acabado de trocar as pastilhas e elas tenham apresentado ruído, isso pode significar que elas são de má qualidade ou são muito duras. Além de fazer barulho, pastilhas ruins podem diminuir a vida útil dos discos e provocar um desgaste prematuro.

Leia também: Vício oculto em veículo usado: o que devo fazer?

8- Falta de fluído na caixa de direção

A falta de óleo na caixa pode ser um dos motivos se o seu carro está emitindo sons estranhos. Os barulhos, causados na direção, são semelhantes a um assobio agudo.

É importante fazer a revisão do carro regularmente e realizar a troca do óleo a cada 10 mil km. Fique atento caso ruídos apareçam antes desse prazo, o que pode indicar vazamento de óleo. Uma forma de confirmar o vazamento é checar o chão onde o veículo ficou estacionado em busca de pingos de óleo.

9- Suporte do motor com defeito

Dependendo do modelo do seu veículo, o motor possui o suporte de três ou quatro coxins, que é responsável pela instalação do motor no veículo e por amenizar a vibração do componente. Quando passamos em buracos, ou em uma lombada com uma velocidade alta, o motor tem seu peso distribuído desigualmente por esses apoios, podendo assim quebrar algum deles.

Quando um dos coxins está quebrado, é possível escutar um ruído grave. A confirmação do problema pode ser feita visualmente, checando o motor, ou provocando a torção do coxim ao puxar o freio de mão e tentar movimentar o carro nessa condição.

Concluindo

É importante estar atendo a todos os sinais do seu carro. Mesmo com estas técnicas para identificar barulhos estranhos no seu veículo, é importante recorrer sempre a um especialista caso o problema seja grave.

Agora que você já consegue identificar problemas de ruídos, que tal aprender algumas dicas sobre cuidados com o carro que você precisa ter diariamente? Desta maneira, os seu veículo estará sempre em ótimas condições.

Se você gostou do nosso artigo, não esqueça de compartilhar em suas redes sociais. Até mais!