O financiamento de carros para aposentados e pensionistas não só é possível como pode ser até mais vantajoso. Vamos entender o que é e como funciona o financiamento de carros para aposentados e pensionistas?

Com o aumento da expectativa de vida e, principalmente da qualidade de vida na terceira idade, muitos brasileiros estão conseguindo aproveitar melhor a aposentadoria. Isso inclui adquirir bens ou melhorar seu patrimônio, até porque com a possibilidade de financiamento de carros para aposentados e pensionistas, por exemplo, fica mais fácil realizar sonhos de uma vida inteira!

Já para as instituições, o financiamento de carros para aposentados e pensionistas também é um ótimo negócio porque essa parcela da sociedade está numa fase de estabilidade financeira e, na maioria das muitas vezes, apresenta uma renda fixa. E isso dá garantia às instituições de que a dívida será quitada.

Leia mais: Documentação veicular: saiba as principais e quais são suas importâncias

O que é financiamento de carros para aposentados e pensionistas

O financiamento de modo geral é uma forma de empréstimo onde as instituições disponibilizam integralmente o valor solicitado mediante o pagamento em parcelas acrescidas de juros ou no final do período de vigência do acordo. Essa tem sido a forma mais popular para aquisição de bens de valores altos para a maior parte da população.

No caso do financiamento de carros para aposentados e pensionistas, as instituições financeiras disponibilizam o valor total ou parcial do carro escolhido pelo comprador, pagando pelo veículo ao vendedor e recebendo o valor em parcelas do idoso ou pensionista.

Para diminuir o valor total do financiamento o solicitante pode apresentar um valor de entrada. Quanto maior a entrada, menor será o financiamento. Ao passo que quanto maior o número de parcelas ou quanto menor for o valor delas, maior será o valor total pago ao final do contrato.

Leia mais: Saiba quais são os equipamentos obrigatórios dos veículos automotores no Brasil

Como funciona o financiamento de carros para aposentados e pensionistas

O financiamento de carros para aposentados e pensionistas funciona de forma semelhante aos financiamentos em geral. Podendo diferir na quantidade de documentos ou na velocidade do processo, que tende a ser menor tendo em vista a estabilidade financeira do solicitante.

Como já falamos, devido ao fato dos aposentados e pensionistas possuírem uma renda fixa paga pelo governo federal as financiadoras entendem que o risco de inadimplência é menor, tendendo a flexibilizar a análise, política e liberação de crédito aos solicitantes.

A taxa de juros para aposentados costuma apresentar valores menores quando comparada a outros tipos de empréstimos, mas as regras variam entre cada instituição financeira.

Entretanto, é importante observar o limite de idade imposto pelos bancos: o crédito para aposentado é liberado a idosos com idade e prazo de pagamento das parcelas de no máximo 80 anos e seis meses. Assim, um aposentado de 75 anos, por exemplo, pode solicitar um financiamento com prazo máximo de 5 anos.

Para realizar a solicitação do financiamento os aposentados e pensionistas precisarão apresentar os seguintes documentos: documento de identidade, comprovante de endereço, comprovante de benefício do INSS e declaração do imposto de renda. Após o pedido, o solicitante deve aguardar o resultado da análise de crédito.

Também similar a todos os financiamentos, no financiamento de carros para aposentados e pensionistas a análise de crédito costuma observar os seguintes critérios: histórico de pagamento, comprometimento da renda; vínculos profissionais e compatibilidade das informações fornecidas. O prazo da análise muda de acordo com a política interna de cada banco, em alguns casos pode ser imediato ou variar de 24 até 48 horas úteis.

Vale ressaltar, que mesmo com restrições no nome os aposentados podem fazer a simulação. Em regra, se o aposentado tiver o nome sujo, o financiamento de veículos pode ficar mais complicado, tanto pela negativa dos bancos, como pelo aumento da taxa de juros, mas não custa nada tentar, certo?

A margem de comprometimento da renda para o financiamento de carros para aposentados e pensionistas é de 40%. Isso significa que muitos bancos e o INSS entendem que uma pessoa pode ter, no máximo, 40% do valor de sua renda bruta comprometida com empréstimos e outras prestações que são retiradas diretamente da folha de pagamento. Logo, como todos os dados bancários são cruzados (salvo o dinheiro da poupança) o financiamento de veículo por aposentado deve observar essa questão da margem de renda disponível.

Leia mais: 6 carros clássicos brasileiros que deixam saudades e marcaram época 

Crédito consignado x financiamento

Além de simular o financiamento de carros para aposentados e pensionistas e diversas instituições financeiras, também é recomendado ao solicitante a consulta ao crédito consignado.

O consignado é uma modalidade de empréstimo onde as parcelas são descontadas diretamente da folha de pagamento do indivíduo (contracheque, holerite ou INSS). Na prática, uma parte do dinheiro já fica comprometida antes mesmo de ser efetivamente paga.

Uma boa notícia sobre o consignado é que a margem consignável (o desconto em folha realizado todo mês) saltou de 30% para 35%, permitindo maior facilidade para solicitar o crédito para aposentado.

Com a garantia de pagamento devido ao desconto em folha, as instituições financeiras podem oferecer condições ainda melhores para o aposentado ou pensionista. Por isso sugerimos a consulta ao consignado, nem que sirva como referência para negociação na instituição com a melhor proposta.

Leia mais: Isenção de IPVA: saiba quem tem direito e como recorrer

Existe desconto para aquisição de carros para aposentados?

Alguns aposentados e pensionistas conseguem garantir descontos no momento da compra de um automóvel 0 km, mas não são todos que obtêm o benefício. Isso porque a Lei Nº 8.989, de 24 de fevereiro de 1995, que garante a isenção de parte dos impostos para pessoas com deficiência, também atende a população idosa.

No caso dos idosos, o desconto não é cedido para todos. O abatimento não está relacionado diretamente com a idade, mas sim por alguma sequela física ou motora que foi desenvolvida com o passar da idade, o que inclui problemas de joelho, quadril, coluna, entre outros que possam afetar a mobilidade.

Contudo, vale ressaltar que essas sequelas devem ser atestadas por algum médico e o processo para garantir a isenção de impostos é um tanto quanto delicado. Além disso, não é apenas o próprio idoso aposentado que pode comprar com isenção. Caso ele não seja condutor do veículo, alguns de seus responsáveis também podem fazer a aquisição.

Agora que você já sabe como funciona o financiamento de carros para aposentados e pensionistas, que tal nos visitar para escolher seu próximo carro?!