Se você está aqui provavelmente é porque sabe que carros parados demandam um cuidado maior. Mas o que talvez você não saiba é que a gasolina parada no tanque tem validade e é sobre isso que falaremos hoje.

Sabemos que carro foi feito para rodar, mas, em certas ocasiões, como essas que estamos vivendo, por exemplo, não tem muito o que fazer a não ser deixar o querido companheiro descansar na garagem. Se não dá para deixá-lo aos cuidados de alguém de confiança para rodar ao menos alguns quilômetros há cada quinze dias, vale realizar e conhecer alguns cuidados para que o abandono não resulte num belo de um prejuízo. Se você não acredita, saiba que deixar o carro parado por um mês já pode resultar em pequenos inconvenientes. 

Leia também: Cartão de estacionamento para idoso: o que é, onde e como pedir

Com muito tempo sem rodar, os pneus podem acabar ficando achatados, os sistemas de embreagem e freio colados, o ar-condicionado perde a eficiência, a validade da gasolina vence e a bateria vai ficar sem carga, o que pode desprogramar algumas funções importantes do veículo. Mas, antes de te darmos algumas dicas para manter o carro funcionando durante o período em que está parado, falaremos um pouco mais sobre a validade da gasolina parada no tanque. Vamos lá?

A foto mostrar um homem mexendo na bateria de um carro. A imagem ilustra o texto sobre validade da gasolina

Poucos motoristas sabem, mas a gasolina, o etanol e até o diesel tem prazo de validade. Ou seja, existe um tempo útil em que as características químicas das substâncias permanecem inalteradas. Se a validade da gasolina no tanque parado vence, alguns problemas para o funcionamento do motor podem surgir, como dificuldade de partida e outras falhas. Portanto, se você for obrigado, por força maior, a deixar o seu carro parado na garagem por mais de três meses, é importante ficar atento e tomar alguns cuidados.

Existe um teste realizado pela Agência Nacional do Petróleo (ANP) chamado “período de indução”, no qual uma amostra de gasolina deve resistir à indução de oxigênio por no mínimo 360 minutos. Na prática, cada 60 minutos equivalem a um mês de estoque em condições ideais, se protegida de luz e calor. Isso significa que, bem estocada, a gasolina comum pode durar até seis meses nos reservatórios dos postos revendedores.

Nos carros, entretanto, o prazo é diferente. Dentro do tanque do veículo, o combustível fica reagindo em meio ao calor e oxigênio. Se a validade da gasolina passar, o combustível começa a perder suas propriedades, o que pode causar perda de rendimento ou até a formação de borra. Especialistas técnicos afirmam que se perdem algumas características do combustível, que podem acarretar em maior consumo e perda de potência. Fora isso, uma gasolina muito velha pode trazer problemas mais físicos, como atacar o filtro de combustível, que vai reter a sujeira guardada no tanque do carro. Por isso mesmo, a maioria dos modelos flex costuma injetar gasolina do sistema de partida auxiliar, mesmo quando abastecido com gasolina ou em clima quente, para não deixá-la envelhecer no tanquinho.

 

Leia também: Séries sobre carros disponíveis no Netflix

O etanol é o combustível que menos sofre oxidação e pode ficar até um ano guardado no tanque em condições normais. Isso o torna o combustível que mais dura no tanque apesar de ser o menos eficiente das três opções. No geral, a gasolina parada no tanque oxida bem mais rápido, porque depende do tipo de refino, entre outras condições, e seu prazo seria de dois a quatro meses. Já a gasolina parada no tanque aditivada possui agentes redutores de oxidação, que é a reação do combustível com o oxigênio. No tanque do carro, ela pode chegar a mais de 10 meses, pois os agentes antioxidantes têm muita estabilidade. Já o diesel dura seis meses, cerca da metade do tempo do etanol.

Quais são as recomendações para o consumo da gasolina parada no tanque?

A foto mostra a parte traseira de um carro antigo. Imagem para ilustrar o texto sobre validade da gasolina

O que se recomenda é deixar um mínimo de gasolina no tanque, para que um mínimo de volume possível sofra esse processo de envelhecimento. Outra dica muito importante, é aumentar em algumas libras os pneus do carro para se evitar ao máximo a possibilidade de sua deformação na área da banda de rodagem, que fica em contato com o solo.

Agora que você já sabe qual a validade da gasolina parada no tanque, que tal umas dicas rápidas para preservar o seu carro durante o tempo em que ele está parado? Confira:

  • Mesmo que não seja possível utilizá-lo com frequência, vale a pena realizar passeios curtos pela vizinhança por pelo menos 20 minutos. Isso garante que o óleo e o líquido de arrefecimento permaneçam em boas condições e o motor gere energia para não deixar a bateria perder a carga.
  • Crie o hábito de ligar o carro pelo menos uma vez por semana. Isso evita que a bateria perca carga e te deixe na mão quando você mais precisar.
  • Fique atento ao óleo do motor. Se o carro passar muito tempo parado, o óleo pode perder as características de lubrificação. Tal problema pode ser evitado ligando o carro rotineiramente. Além disso, é importante estar atento à validade indicada pelo fabricante.

Os cuidados com o carro parado vão muito além da validade da gasolina no tanque. Por isso, fique atento aos detalhes. Também é muito importante limpar o local em que o carro ficará, evitando que animais, poeiras ou até as condições climáticas prejudiquem a lataria, a pintura e a estrutura do veículo. Assim, você evita o desgaste do automóvel, mantendo-o limpo, seguro e protegido.

Com essas dicas sobre cuidados e validade da gasolina no tanque, você manterá o carro parado na garagem, mas com os devidos cuidados para preservar as partes essenciais, garantindo o funcionamento na hora de voltar à rotina. Para mais dicas de conservação do automóvel, confira os textos em nosso blog clicando aqui. Nos vemos na próxima!