A indústria automotiva lança diariamente novas tecnologias para melhorar o desempenho e consumo dos carros. Muitas dessas novidades estão revolucionando o mercado e conquistando todas as montadoras. Esse é o caso do sistema star/stop, presente na maioria dos modelos modernos.

Como tudo que é novo, o sistema star/stop ainda gera dúvidas e inseguranças nos motoristas mais conservadores, alimentadas pelos mitos e fake news espalhados sobre o sistema. Mas afinal, o sistema start/stop é seguro? Vamos descobrir?

Conheça o sistema star/stop

O chamado sistema start/stop é um sistema que desativa o propulsor em pequenas paradas e mantém o sistema em estado de espera, religando o veículo quando houver a intenção de aceleração novamente. Ou seja, é uma tecnologia que desliga automaticamente o motor do veículo após um determinado tempo em que o automóvel estiver parado. Ao passo que, o veículo volta a funcionar normalmente ao tirar o pé do freio ou pisar na embreagem (dependendo do tipo de transmissão).

O principal objetivo do sistema start/stop é diminuir o consumo de combustível. Especialistas garantem que a economia com o sistema pode chegar a até 19%. Para além, o sistema foi projetado também para reduzir a emissão de gás carbônico (CO2) no meio ambiente. Outra vantagem com o seu uso é a diminuição dos ruídos do motor. Além disso, a tecnologia contribui para um maior conforto e segurança para o motorista e passageiros.

Leia também: Cambagem: como é o procedimento polêmico que entorta o seu carro

Entenda como funciona o sistema start/stop

Ao parar o veículo sem desligar o contato da chave, o carro percebe que é uma parada rápida de semáforo ou similar e corta o funcionamento das velas e a injeção de combustível. Nos carros com câmbio automático, isso acontece ao manter o pedal de freio pressionado até o fim, enquanto os manuais pedem que o câmbio seja colocado no neutro e que a embreagem não esteja pressionada. Para ligar o carro novamente, basta soltar o freio ou pisar na embreagem que o motor volta a funcionar.

Existem alguns parâmetros para que o sistema start/stop funcione (ou não). Se o motor ainda estiver frio, o sistema não irá funcionar – religar o carro enquanto o motor não estiver na temperatura ideal gasta mais combustível. Depois de muito tempo parado, ele irá religar automaticamente mesmo com o pedal no freio, para manter a temperatura do motor ou se houver uma demanda pelo ar-condicionado.

O sistema start/stop é gerenciado a partir de um comando eletrônico, que vai alternar as funções de alternador para motor de partida quando o sistema for acionado. Ele deve ser acionado através de um botão presente no painel do veículo. Logo, o motorista tem também a opção de desativar o sistema e passar para o modo convencional a qualquer momento.

Afinal, o sistema Start/Stop é seguro?

Ao desenvolver a tecnologia, as montadoras já projetaram o aumento do número de partidas do veículo, por exemplo, e outras situações que demandam mais do motor, bateria e demais sistemas. Logo, as empresas garantiram que os componentes de desgaste do motor de partida fossem alterados para suportar e ter durabilidade muito superior aos convencionais.

Afora, os modelos com sistema start/stop estão equipados com uma central eletrônica que comanda o sistema, detectando quando é necessário ligar ou desligar o motor do automóvel. Além disso, contam com um sistema de gerenciamento do estado de carga da bateria e uma bateria mais robusta capaz de atender um número bem mais elevado de partidas.

É importante observar que veículos com sistema start/stop usam um tipo de bateria diferente, feita especialmente para suportar essa quantidade maior de partidas do motor. Assim, quando original de fábrica os modelos já vêm instalados com o equipamento apropriado, e, quando for necessária a substituição do elemento, o proprietário deverá escolher o modelo de bateria apropriado para o sistema. Mas pode ficar descansado, o mercado de reposição já conta com baterias diferenciadas para aplicação em veículos com grande quantidade de equipamentos elétricos e eletrônicos, como o sistema start/stop.

Leia também: Como fazer a manutenção do ar condicionado de seu carro?

Além das questões mecânicas, como já vimos, para o funcionamento pleno do mecanismo, existem alguns requisitos básicos para tal, como estado de carga da bateria, temperatura do cofre do motor, etc. Ainda assim, quando em funcionamento, o sistema start/stop entende determinadas situações onde o acionamento do sistema significa risco para a segurança. Por exemplo, em paradas com ladeiras íngremes o motor não será desligado.

Ou ainda, o sistema identifica também quando o automóvel está fazendo algum tipo de manobra, como balizas e não permite que o carro desligue quando parar. E, mesmo com o veículo parado, todo o sistema elétrico do automóvel continua funcionando normalmente.

Já a estratégia de funcionamento de equipamentos elétricos como ar condicionado e iluminação é definida pelas montadoras. Em alguns modelos, somente o ar condicionado para de gelar e entra em modo de ventilação enquanto o carro está desligado. Já em outros, o ar condicionado continua ativado desde que a temperatura externa esteja acima de determinado grau. Alguns modelos mais caros e/ou com tecnologia híbrida podem ter uma segunda bateria, voltada somente para o ar-condicionado e outros equipamentos.

Outra preocupação é com o sistema de iluminação, já que, enquanto o carro está desligado, ele consome carga da bateria, mas também trata-se de uma estratégia que cada montadora determina para cada veículo. Para que o condutor do veículo não perceba um “enfraquecimento” da iluminação interna e/ou externa durante a partida, algumas alterações no sistema de iluminação podem ser necessárias.

Para o caso dos itens de segurança, como o airbag, todos os componentes e sistemas continuam em funcionamento, assim como a maioria dos consumidores elétricos do veículo.

Leia também: Como saber qual a autonomia de seu carro?

Bom, como pudemos ver as montadoras realmente se preocuparam em preparar toda mecânica dos veículos que recebem o sistema start/stop, tornando o sistema além de eficiente, seguro. Para os motoristas urbanos, que passam muito tempo em congestionamentos, o sistema start/stop é um grande aliado na economia com conforto. Ficou interessado? Venha nos visitar para conhecer modelos com esse sistema! Até mais!